Arquivo da categoria ‘Antenas’

Um time formado por  / PS8RV, Anselmo / PS8AB, João / PS8PY e Fernando / PU8PSF estarão ativos como ZY8D desde da  Ilha das Canárias (Caju Archipelago, DIB MA-03, WW Loc. GI97BF) entre os dias  28 e 31 de julho. Sua atividade será em várias faixas de HF durante o Concurso RSGB IOTA (29 a 30 de julho).
QSL via PS8RV, direto ou pelo Bureau.

 

 

V6J – Ilha Mwokil, OC-226 -UPDATE

Publicado: julho 3, 2017 em Antenas, IOTA

Resultado de imagem para V6J

A tão esperada expedição V6J ,divulgou através do seu piloto ,uma nota com informações relevantes sobre a operação, texto traduzido com uso do Google tradutor.

 

Olá a todos,

Eu sou Joe Aoki, JJ3PRT. Eu fui nomeado como o piloto da V6J desta vez.
Embora eu tenha um contato com o dia da evacuação V6J, acabei de passar nessas peças de
Informações regularmente para um colega do clube. Este colega do clube
Passou estes
Informações da JN6RZM. Então, Shu está apenas escrevendo o que ele disse
meu colega.

Como sou eu que me comunico com o V6J todos os dias, acho que é sobre o tempo
Que lhe dei informações precisas sobre o V6J. Acabei de fazer
O summery atualizado da V6J e postou-o no QRZ.COM da seguinte forma.

Eu sou Joe Aoki, JJ3PRT. Eu sou o piloto da V6J desta vez. Como algumas informações distorcidas sobre a operação do V6J estão se espalhando, eu gostaria de dar  Informações precisas sobre a V6J da seguinte forma.

1. V6J iniciou a operação em 20m CW em torno de 03GMT em 1º de julho até o momento cerca de 1200 QSOs . 70% do QSO são com Japoneses.
Continuará a operação até 20 GMT 6 de julho. Os membros estão planejando deixarr Phonpei às 05 GMT no dia 7 de julho

2. Os membros instalaram as seguintes antenas.

17m 2 elemento VDA
20m 2 elemento VDA
GP de 40m

O GP de 40m pode ser alterada para GP de 30m. Como a propagação da banda em 40m está boa
a antena não foi alterada. Se houvesse uma grande demanda por 30m, a  antena seria alterada para 30m.

3. Tempo de operação

Você já notou que o V6J pára a operação em torno de 14 GMT todo dia.
Isto é devido ao problema de falta de gasolina. Os membros do V6J compraram 200
litros de gasolina em Phonpei e seu tambor de gasolina está armazenado no armazém da cidade de Mokil
governo municipal.
Este armazém é severamente controlado pelas equipes da cidade municipal .
Então, quando os membros do V6J precisam da gasolina, eles precisam perguntar ao pessoal da cidade que
Ele ou ela abre o armazém.
Os problemas são que os membros do V6J têm apenas uma pequena garrafa de 18 litros e
Que essa quantidade de gasolina permite
O V6J opera apenas por seis horas. O armazém está completamente fechado
Antes do pôr-do-sol. Então membros do V6J
Vá ao armazém para obter a gasolina logo antes do pôr-do-sol. no entanto
Dá-lhes apenas seis horas de operação
à noite. Como resultado, seis horas depois, eles encontram o fora do gás
problema. Embora os membros estejam
Tentando lidar com esse problema de qualquer forma, sugeri a Mami que ela não
Trabalhe muitos JAs à noite
A fim de salve o gás.

4. Operação

Os membros do V6J trouxeram dois amplificadores lineares. Mas eles podem usar apenas um
Amplificador agora devido à interferência
problema. Embora estejam executando duas estações simultaneamente, por favor seja
Observou que uma estação é apenas
Uma estação descalça.

O governo municipal da cidade de Mokil tem comunicação de rádio com alguns navios em
07 GMT e 21GMT todos os dias para
30 minutos. Devido a alguma interferência, V6J cessa a operação apenas
Por trinta minutos duas vezes por dia.

De acordo com os membros do V6J, muitos dupes foram vistos. Embora o QSO
Os dados não serão enviados para o Clube log até que os membros retornem ao Japão, por favor, não faça QOS de dupe. Alguns
Parece ter feito três QSOs em um mesma banda. Entendemos bem a sua preocupação. Mas a sua cooperação
Seja muito apreciado nesta questão.

5. Site de operação
Os membros estão operando a partir do prédio do governo municipal da cidade.
Sem eletricidade, sem água. Este edifício está localizado a cerca de 200 m ao sul
Da costa do mar no norte da ilha de Mokil.

6. Outros

Como tenho um horário regular com o V6J todos os dias, não hesite
Para me solicitar quaisquer pedidos.

Espero que você trabalhe com V6J em breve.

Cumprimentos

Joe Aoki
JJ3PRT

 

English :

 

Hi everyone,

I’m Joe Aoki, JJ3PRT. I’ve been appointed as the pilot for V6J this time.
Although I have a contact with V6J evet day, I just passed these pieces of
information to one of the club colleague regularly. This club colleague
passed these
pieces of information to JN6RZM. So Shu is just writing what he was told by
my colleague.

Since it is me that communicate with V6J every day, I think it is about time
that I gave you accurate pieces of information about V6J. I have just made
the updated summery of V6J and posted it to the QRZ.COM as follows.

I’m Joe Aoki, JJ3PRT. I’m the pilot for V6J this time. Since some distorted
pieces
of information about V6J operation have been spreading, I would like to give
you
accurate pieces of information about V6J as follows.

1. V6J started the operation on 20m CW around 03GMT on July 1st and
made
around 1200 QSOs as of 03GMT July 3rd. 70% of the QSO are with JAs.
V6J
will continue the operation until 20 GMT July 6th. The members are
supposed
to leave for Phonpei at 05 GMT on July 7th

2. The members installed the following antennas.

17m 2 element VDA
20m 2 element VDA
40m GP

The 40m GP could be changed to 30m GP. Since the band propagation on 40m
has been good,
the antenna has not been changed. If there was a big demand for 30m, the
antenna would be changed to 30m.

3. Operation time

You may have already noticed that V6J stops the operation around 14 GMT
every day.
This is due to the gas shortage problem. The V6J members purchased 200
litter of gasoline at
Phonpei and their gasoline drum is stored at the warehouse of the Mokil city
municipal government.
This warehouse is severely controlled by the staffs of the city municipal
government and is locked.
So when V6J members need the gasoline, they have to ask the city staff that
he or she open the warehouse.
The problems are that V6J members have just a small 18 litter bottle and
that this amount of gasoline lets
the V6J operate just for six hours. The warehouse is completely closed
before the sunset. So V6J members
go to the warehouse to get the gasoline just before sunset. However, it
gives them only six hours operation
at night. As a result, six hours later, they encounter the out of gas
problem. Although the members are
trying to cope with this problem anyhow, I suggested to Mami that she not
work many JAs in the evening
in order to sage the gas.

4. Operation

V6J members brought two linear amplifiers. But they can use only one
amplifier now due to the interference
problem. Although they are running two stations simultaneously, please be
noted that one station is only
a barefoot station.

Mokil city municipal government has radio communication with some ships at
07 GMT and 21GMT every day for
30 minutes. Due to some interference concern, V6J ceases the operation just
for thirty minutes twice a day.

According to the V6J members, many dupes have been seen. Although the QSO
data won’t be uploaded to the Club
Log until the members return to Japan, please do not make dupe QSOs. Some
seem to have made three QSOs in a
same band. We understand your concern very much. But your cooperation will
be greatly appreciated in this issue.

5. Operation site
The members have been operating from the city municipal government building.
Of course utility is not available
there. No electricity, no water. This building is located about 200m south
of the sea shore in the north of Mokil island.

6. Others

Since I have a regular schedule with V6J every day, please do not hesitate
to ask me any requests.

I hope you will work V6J soon.

Best regards

Joe Aoki
JJ3PRT

 

 

Foi anunciado esta semana a expedição a ilha de Canárias no delta do Rio Parnaíba, o time será formado por PS8AB – PS8PY – PU8PSF – PU8RZB & PS8RV, o time estará ativo na ilha entre os dia 29 e 31 de julho nas bandas de 28, 21,14, 7 mhz apenas em SSB. O time também participará do conteste Iota promovido pela RSGB.

O contato é valido para os seguintes diplomas :

  • Diplomas / Awards
    IOTA – SA-072
    DIB MA-03 – Diploma de Ilhas Brasileiras
    DXCC Brasil
    WAB Labre – Work All Brazil – Estado do Maranhão – Brasil 

 

 

QSL VIA  : P.O.BOX 2090 ZIP 64.048-971 Teresina – PI – Brasil

Maiores informações via Ronaldo Val:ronaldobval@gmail.com

 

Um time formado por PU8WMM, PY8WW, PY7RP, PY8ZE, PY8FML & PU8WZT estará no ar desde da Ilha de Cotijuba ( IOTA-SA-060) durante os dias 17,18,19,20 de setembro,  O time está ativo full time em CW, DIGITAL & SSB nas bandas de 6 a 40, serão utilizadas antenas verticais na praia, o indicativo utilizado será PX8Z, indicativo já utilizado em uma expedição realizada em 2013 na mesma ilha,  PX8Z é valido como IOTA: SA-060, DIB: PA-014 e WLOTA: L-2855.

QSL VIA : PY8WW

 

Por: PY8WW- Renato Araújo.

 

Após uma semana viajando longe do trabalho, longe dos familiares e amigos, retornamos as nossas casas, Eu cheguei a Belém e o Ronaldo(PS8RV) a Teresina,  Essa operação já era planejada a aproximadamente 3 anos, sempre tínhamos vontade de operar no grupo de IOTA- SA-042, que fica localizado no norte da Ilha de Marajó, tínhamos a opção de operarmos de Caviana de Fora ou Mexiana,  Caviana de Fora e Mexiana tem um bioma formado por grandes Campos Marajoaras,  ande é grande a presença  de Fazendas que criam búfalos, a nossa primeira opção seria operar em alguma destas fazendas, e utilizarmos energia solar, 9 meses antes da Expedição comprei da China 2 Painéis solares de 300 watts, porem o material ficou retido na receita federal em Curitiba e até hoje se encontra apreendida, o conteste iota foi se aproximando e não víamos evolução da receita federal, tínhamos que planejar a logística e a força, foi quando o nosso amigo Fernando PY8FML me informou que o Senhor Alencar um oficial da marinha com bastante experiência na área,  nos informou sobre uma base militar localizada na ilha de Caviana de Dentro, o Rádio Farol do Canivete,  o Rádio Farol do Canivete é uma base militar localizada na foz do rio amazonas, que tem como principal atividade um rádio farol em 310 kHz,  que auxilia a navegação das embarcações que adentram o rio amazonas pela barra norte,  enviamos um oficio ao 4 distrito naval sediado em Belém, com base em um modelo de oficio cedido pelo PY1ZV, a parte de força estava resolvida,  partimos a planejar a logística,  a ilha de Caviana se localiza no Pará no município marajoara de Chaves, porem o acesso por Belém seria muito demorado, aproximadamente 24 horas de Barco entre Belém- Chaves e mais umas 7 horas entre Chaves e o Rádio Farol,  decidimos abreviar a viagem partindo de Macapá, e assim fizemos o trajeto Aéreo Belém-Macapá  ( 45 minutos) e  fretamos uma embarcação no trajeto Macapá- Rádio Farol Canivete – Macapá,  O Ronaldo PS8RV saiu de Teresina no dia 21 e nos encontramos em Belém, aonde fizemos um  check list, antes da partida o nosso amigo PU8WMM Renan nos ofereceu um almoço dos deuses, Caldeirada Amazônica com Camarão e Filé de Dourada frito com Açaí, não sabíamos o que iríamos enfrentar pela frente,  as 14:00 embarcamos em Belém e chegamos em Macapá as 14:45 aonde fomos recepcionados e acolhidos pelo PQ8SL Sandro e sua esposa Rozani,  sinceramente não tenho palavras para expressar meu agradecimento pelo Sandro PQ8SL, o mesmo deixou por muitas vezes de trabalhar para buscar embarcações que viajavam a região do Canivete, deixou de trabalhar nos dias que estávamos em Macapá, pegou pacotes despachados por via marítima antes para evitarmos excesso de bagagem, além de nos hospedar em sua residência nos dias que estivemos por Macapá,  uma pena que por motivos ligados ao trabalho ele não pode ir conosco a ilha, no dia 23 deixamos todo o material na embarcação Levida que iria nos conduzir até a ilha, porem como o proprietário  da embarcação tinha assuntos a resolver em Macapá se foi acordado que sairíamos cedo no dia 24 ( sexta) , saímos de Macapá as 08:45 pois nossa partida dependia da Maré já que o local de onde partimos passa por processo de assoreamento, após 6 horas de viagem chegamos a ilha, desembarcamos o material da expedição, bem como cerca de 200 kg de roupas e calcados que foram doados a comunidade ribeirinha, após o almoço iniciamos a montagem dos equipamentos, nossa primeira antena montada foi uma delta loop  para 20 metros, de inicio a frustração pelo alto ruído, nas primeiras chamadas vimos que no cluster muitos operadores estavam descontentes pela nossa dificuldade de ouvirmos, montamos as antenas verticais mono banda 1/4 de onda uma para cada banda 10/15/20, a única banda aonde não tínhamos um ruído considerável era 28 mhz, porem a propagação estava fechada grande parte do dia, o que proporcionou poucos contatos,  para as bandas baixas montamos dipolos 40/80 e se mostraram extremamente ruídos, iniciamos as operações e no dia dia as estações que chegavam fortes eram atendidas, recebemos e-mail de algumas estações americanas com severas criticas a nossa operação, prefiro acreditar que os mesmos em seus confortáveis Sharck´s não tinham a menor de ideia do que estávamos passando, no domingo reunimos com uma líder comunitária aonde foi entregue o material a ser doado aos ribeirinhos,  apenas uma pessoa que convive dia a dia poderia saber quem realmente estava precisando, recebemos agradecimentos de muitas pessoas da comunidade e professoras pelo pequeno trabalho social realizado na ilha, durante os poucos minutos de sono do domingo para segunda, sonhei com as antenas instaladas no cais da marinha e com um grande  pile up, seria um recado dos deuses do rádio ? ao amanhecer desmontamos  as antenas, arrumamos nossas bagagens ,  pois a embarcação que iria nos conduzir a Macapá estava programada para nos apanhar as 17:00 horas de segunda, analisamos o nível de propagação através do vocap e visualizamos que a melhor banda a operar seria 21 MHz, movi a antena vertical de 1/4 de onda para o cais do porto e lancei os radiais para agua,  como em um passe mágica o ruído caiu para s 0,  montamos uma pequena mesinha e passamos a operar em 21 mhz aonde logo se formou um pile up como eu havia sonhado na noite anterior,os deuses do radio estavam certos,  em apenas 5 horas de operação conseguimos fazer 600 qso´s em 21 mhz o que elevou para 1.823 o numero total de qso´s  na ilha,  pontualmente as 17:00 horas a embarcação atracou no porto da marinha aonde rapidamente embarcamos nosso material, recebemos votos de boa viagem de moradores da ilha e militares, durante a viagem de retorno a Macapá discutíamos a frustração em não termos localizado o local livre de ruídos antes , porem ficou a experiência e portas abertas para uma futura expedição,  navegamos por cerca de 7 horas pelo bravo rio amazonas que parecia não querer a nossa presença naquele belo fim de tarde, ao anoitecer as aguas se acalmaram e passamos a navegar iluminados por uma bela lua até Macapá aonde o nosso fiel amigo Sandro nos aguardava no porto do Igarapé das mulheres, lanchamos em um Quiosque em Macapá e seguimos para o Qth do nosso amigo Sandro PQ8SL, no dia seguinte embarcamos de Macapá com um gostinho de voltar e operarmos novamente da ilha.

 

 

73

 

PY8WW

 

Abaixo alguns vídeos da nossa operação:

 

 

 By: PY8WW- Renato Araújo.

After a week traveling away from work, away from family and friends, we return to our homes, I came to Belém and Ronaldo (PS8RV) to Teresina, This operation was already planned approximately three years, we had always wanted to operate in group iota SA-042, which is located in the north of Marajó Island, had the option to operate the Caviana Out or Mexiana, Old Caviana and Mexiana has a biome composed of large Marajoaras Campos, walk is the presence of large farms that create buffalo, our first choice would be to operate in one of these farms, and we use solar energy, nine months before China Shipping bought two solar panels of 300 watts, however the material was retained in federal revenue in Curitiba and still is seized , iota contest was approaching and did not see evolution of federal revenue, we had to plan the logistics and the force was when our friend Fernando PY8FML informed me that the Lord Alencar a naval officer with considerable experience in the area, informed us on a military base located on the island of Inside Caviana, the Radio Lighthouse Army Knife, the Radio Lighthouse Army Knife is a military base located at the mouth of the Amazon River, which is primarily engaged in one radio beacon on 310 kHz, which aids navigation of vessels that enter the river Amazon the northern bar, we send a craft to 4 naval district based in Belém, based on a model of office given by PY1ZV, the force of it was resolved, we start planning the logistics, the island of Caviana up located in Pará in marajoara city of Chaves, however access by Bethlehem would take too long, about 24 hours boat from Belém-Chvaes and a few more seven hours between Chaves and the Radio Lighthouse, we decided to shorten the journey starting from Macapa, and so did the path Air Bethlehem-Macapa (45 minutes) and chartered a vessel en route Macapá- Caviana Island – Macapa, Ronaldo PS8RV left Teresina on 21 and find ourselves in Belém, where we made a check list before starting our PU8WMM friend Renan offered us a lunch of the gods, Amazon stew with shrimp and Golden fillet fried with Acai, did not know what we would face ahead, at 14:00 boarded in Belém and arrived in Macapá  the 14:45 where we were greeted and PQ8SL welcomed by Sandro and his wife Rozani sincerely do not have words to express my gratitude for Sandro PQ8SL, it left many times to work to find boats traveling the region of the Knife, left to work in the days we were in Macapa, took packages shipped by sea before to avoid excess baggage, and staying in at his home in the days we were in Macapa, a pity that for reasons related to work he can not go with us to the island on 23 let all the material in Levida boat that would take us to the island, however as the owner of the vessel had business to attend to in Macapa it was agreed that we would leave early on the 24th (Friday), we left the Macapa 08:45 since our departure depended on the tide as the place where we started passing by silting process, after 6 hours of travel we arrived at the island, landed the expedition material as well as about 200 kg of clothes and footwear that were donated to riverside community, after lunch we started the assembly of equipment, our first mounted antenna has one loop delta to 20 meters, beginning of frustration by loud noise in the first calls we saw that the cluster many operators were unhappy for our trouble we listen, we set up the vertical antennas mono band 1/4 wave 10/15/20 one for each band, the band where only had no significant noise was 28 MHz, however the spread was closed most of the day, which afforded a few contacts, so the low-band dipole assembled 40/80 and showed extremely noises, started operations and on the day the stations that came strong were met, receive e-mail from some American stations with severe criticism of our operation, I prefer to believe that they in their comfortable Sharck’s had not the least of idea what we were going on Sunday met with a community leader where was delivered the material to be donated to the riverside, only a person who lives day to day would know who really was in need, received thanks from many community members and teachers at small social work on the island, during the few minutes of Sunday sleep for second, dreamed of antennas installed on Navy Pier and a big pile up, it would be a message of radio gods? at dawn dismantled the antennas, packed our luggage because the vessel that would lead us to Macapa was scheduled to pick us up at 17:00 pm Monday, we analyze the level of spread through vocap and visualize the best band to operate would be 21 MHz, moved the vertical antenna 1/4 wave to the dock port and launched radial for water, as in a magic pass noise dropped to 0 s, we set up a small table and we now operate in 21 MHz where soon formed a pile up as I had dreamed the night before, the radio gods were right, in just 5 hours of operation managed to make 600 qso’s 21 mhz which raised to 1,823 the total number of qso’s on the island, occasionally 17:00 hours the vessel docked at Navy port where quickly boarded our material, received votes of good travel islanders and military, during the return trip to Macapa discussed the frustration in not having located the noise free place before , however was the experience and open doors to a future expedition, sailed for about seven hours by angry amazon river that seemed to want our presence in that beautiful evening, at dusk the waters calmed down and we started to sail lit by a beautiful moon to Macapa where our faithful friend Sandro awaited us in the Macapá Port , after lunch at a kiosk in Macapa and headed to the QTH of our friend Sandro PQ8SL the next day boarded Macapa with a taste of back and operate again from island.

73

PY8WW

 

 

 

 

 

 

O Rádio AM, como todas as ondas, vai para o céu

Franco Malgarizi Chies*

Lendo tantas opiniões sobre a migração do Rádio AM, lembro-me de uma anotação, que fiz alguns anos atrás. Por entre formas de queijo e rabiscos de contabilidade, acabo por encontrá-la, em uma margem do clássico “Almanaque Correio do Povo 1978”. No espaço, os dizeres do Dr. Breno Caldas (datados de 1957), explicando porquê a Caldas Júnior estava adquirindo dois prefixos em Ondas Curtas para a Rádio Guaíba: “É notável o que me disse o Pasqualini (Arlindo Pasqualini, diretor da Folha da tarde e Rádio Guaíba): nós temos a ideia de fazer uma rádio como eu quero ouvir. É esse o segredo para se fazer rádio. Não penso no que alguém quer ouvir, mas sim no que eu quero ouvir. Isso, naturalmente, acaba se tornando agradável aos ouvidos dos ouvintes. Não me preocupo com o que os institutos de pesquisa de audiência divulgam quase que diariamente. Eu quero ouvir a minha rádio. […] Frequentemente me ligam os pilotos da Varig, estacionados no aeroporto de Nova York, dando conta que a Guaíba é perfeitamente ouvida por lá”.
Não consigo me lembrar onde ouvi ou li isso antes de passar para as margens do Almanaque. O Dr. Breno valorizava o alcance da Guaíba. Uma pena não estar mais entre nós.
Assim como as Ondas Curtas, a Amplitude Modulada (AM) é caracterizada pelo caráter de longo alcance em suas transmissões. As duas grandes rádios do RS, Guaíba e Gaúcha, só são grandes por causa da sua abrangência internacional (ambas possuem transmissores AM de 100Kw e dois canais em OC – Guaíba com 10Kw, na banda de 49m e 7,5Kw na de 25m; e Gaúcha com ambos com 7,5Kw).
Lembro-me de uma viagem à Ushuaia, quando me emocionei ao sintonizar a Guaíba pelos 6000KHz da Onda Curta da faixa de 49m. Da mesma forma, na praia de Guarajuba, BA, quando sofreu interferências de uma estação próxima.
E o que dizer de uma emissora do interior então? No livro “Rádio Caxias, 50 Anos”, editado pela EDUCS, da Universidade de Caxias do Sul em 1996, há um relato de um norueguês afirmando ter sintonizado, anos antes, a emissora de 20Kw por lá. Para comprovar, enviava a transcrição da identificação do prefixo: “20h. ZYK 230, Rádio Caxias…”.
Sem as rádios AM brasileiras, o nosso dial será facilmente invadido pelas argentinas, que, aliás, possuem uma espetacular programação musical na madrugada. O AM não pode terminar. Como eu irei acordar sem ouvir o Mendelski, às 5h da manhã? Como irei ouvir Mário Lima nas Jornadas Esportivas, com jogos do Grêmio? Não, eu não vou ouvir na FM. O sinal não chega bem aqui na Pérola das Colônias. Internet? Isso não é mais rádio.
Pelo jeito, assim como todas as ondas de rádio, o AM vai para o céu. Triste!

P.S. Para mostrar como é o alcance de uma AM de 100Kw de potência instalada em Porto Alegre, envio-te, em anexo, a simulação que produzi para um trabalho no início do ano. Dados: 100Kw de Potência, frequência de 720KHz. Há duas simulações: A diurna, com menor alcance, e a noturna, com largo alcance. E aí fica a pergunta: Guaíba e Gaúcha vão querer mesmo abrir mão de tanta cobertura? (Isso é só na AM. Imagine em Ondas Curtas!).

Abrangência diurna da Guaíba

(clica em cima que amplia)

Abrangência noturna da Guaíba

* DO DEPARTAMENTO DE IMPRENSA DO GRUPO EFP

Um estudo sobre Antenas 20m

Por Kenny Silverman, K2KW

Qual é melhor uma antena de 20m para uma DXpedition ilha: Yagi a 25 “, ou uma vertical ou dois na praia? (Dica, você está em um site dedicado às antenas verticais – esta é uma pergunta do truque!)

“Sabedoria convencional” diria que Yagi (normalmente um ou dois tribanda elemento full-size Yagi) seria uma ótima escolha de antenas para uma DXpedition em uma praia. O que torna o Yagi tão grande? Vamos examinar as razões para usar um Yagi …

O Top 10 Razões para usar uma Yagi em uma DXpedition, mesmo quando você está na praia:

  1. Você usou Yagis em sua estação de casa
  2. Você entender como eles funcionam
  3. Yagis tem diretividade
  4. Todo mundo usa Yagis em DXpeditions, de modo que o deve ser grande
  5. e …

Hmm. Eu não consigo pensar em qualquer outra razão! Mas todos sabem que qualquer antena pelo oceano funciona muito bem, ou pelo menos “sabedoria convencional” diz-lhe assim.

OK, vamos examinar o uso de uma Yagi para uma DXpedition grave para uma ilha remota. Para essa discussão, vamos supor que você está indo em uma DXpedition de uma vida para Recife Kingman (KH5K) no meio do Oceano Pacífico. Kingman é uma ilha interessante, que é de cerca de 25 ‘de largura, e 450’ por muito tempo. Toda a ilha é composta de quebrado conchas, pedras e escombros. Não há areia, árvores, ou qualquer outra coisa. O vento sopra normalmente em um 30 mph constante. Está dias longe de qualquer tipo de ajuda médica.

Agora imagine a dificuldade de montar um triband típica Yagi, onde se você soltar uma porca, você provavelmente não vai encontrá-lo novamente. Em seguida, sua equipe tem de armstrong a 35-40 libra Yagi, que é em cima de um 25 ‘mastro, na posição vertical. Eu estou supondo que você não está mesmo indo para considerar um rotador, o que acrescentaria mais 25 lbs. a parte superior do mastro! Lembre-se que o vento está soprando, pelo menos, 30 mph, e você está em pé sobre escombros soltos. Para obter o Yagi instalado, você provavelmente vai precisar de 3-4 pessoas a andar a antena para cima e segurá-la na posição enquanto fixar a base em as conchas, encontrando pontos guy estáveis ​​(por 2 conjuntos de indivíduos, ou 6 cordas total) no escombros, e adicionando uma linha de tag para rodar o Yagi. Qualquer deslize, e um poderia facilmente se cortar sobre os escombros, ou possivelmente até mesmo quebrar um osso se você caiu. Qualquer problema relativamente pequeno assim nos trópicos provavelmente vai se tornar seriamente infectado na ordem curta. Com base no vento e as condições de risco, você provavelmente vai precisar de 4-6 pessoas por algumas horas para erguer a antena de forma segura. Isso está parecendo um grande esforço para apenas uma antena … Ahh, mas presuntos espera valem o esforço não são?

Talvez, mas sua saúde vem em primeiro lugar. Você pode se perguntar – há uma maneira mais fácil e melhor?

Primeiro, vamos pensar um pouco mais sobre a propagação para Recife Kingman. Kingman é no meio de nenhum lugar, mais precisamente, no meio do Oceano Pacífico. Com base nas distâncias das três principais áreas-alvo, mais descolar ângulos são susceptíveis de ser muito baixa, geralmente inferior a 10 graus, e muitas vezes abaixo de 2 graus! A Europa é o principal alvo, e você provavelmente vai gastar metade do seu tempo de operação no longo caminho (normalmente muito baixos decolar ângulos). A maioria das antenas Yagi típicos têm uma largura de feixe de cerca de 60 graus, o que significa que você provavelmente vai ter de virar a Yagi para cada uma das principais áreas-alvo:

Como chegar para atingir áreas de KH5K:

JA: ~ 305 graus

Europa: a partir de ~ 355 graus para 20 graus (que é a principal ênfase para a expedição)

EUA: ~ de 43 graus a 58 graus

Continuando com nosso original “Yagis são a melhor” cenário, continuam convencidos de que a Yagi ainda é a melhor antena. E se eu lhe dissesse que um simples quarto de onda vertical no oceano, ou melhor ainda um 2 elemento dipolo vertical, matriz, seria um performer muito melhor! Eu posso ouvir os especialistas dizendo: “Verticais são para crianças” ou “Os homens reais usam Yagis!” Você acredita que não há nenhuma maneira que uma Yagi pode ser inferior a um vertical!

Então, por que você acha que setores funcionam tão mal? Porque “sabedoria convencional”, diz isso? Infelizmente “sabedoria convencional” sobre o desempenho de antenas verticais geralmente vem de comparar uma Yagi em casa para o preso vertical no quintal. Em casa o Yagi será melhor, mas não sobre o oceano! No oceano, você vai ver que verticais são a escolha certa para antenas de alto desempenho, que só acontecerá a ser mais fácil de instalar também!

Primeiro, deixe-me dissipar um mito de longa data: Antenas horizontais sobre a água salgada não obter qualquer melhoria a partir da água de sal (de um aumento da condutividade do solo). Bem, para ser exato, quase todos os ângulos úteis para propagação HF obter melhoria útil pouca ou nenhuma. A antena horizontal (e assim faz o vertical) recebe um benefício do oceano, porque o oceano apresenta um primeiro plano sem perturbações para a energia de entrada e out-going.A água salgada também tem menos perda de solo típico para cada reflexão. Para mostrar a você o impacto da condutividade do solo, foram criados os dois seguintes figuras: Figura 1 (abaixo) mostra que a decolagem ângulos na faixa de 30-90 graus (para cima) não obter alguma melhoria limitada da água salgada. Figura 2 (abaixo) compara a 2 elemento da matriz vertical sobre terra e água salgada. A única antena que recebe reforço de sinal significativa por estar ao lado, ou sobre, água salgada é uma vertical. Na verdade, verticais obter cerca de um aumento de 6 dB de ganho quando colocado sobre a água salgada, ea radiação no ângulo pseudo-Brewster é preenchido (o que é radiação em ~ 12 graus).Sinais de que a água salgada está aprimorando direita foram a maioria dos sinais DX estão chegando – no ângulo pseudo-Brewster !!

Figura 1: 2-element Yagi a 25 ‘por terra e água salgada.Ganho de pico é de 10,40 dBi (mais de água salgada) a 38 graus decolar ângulo neste projeto. Figura 2: 2-elemento dipolo verticais array (parasitas) sobre a terra e água salgada média. Ganho de pico é de 10,01 dBi (mais de água salgada) com 8 graus decolar ângulo neste projeto.

OK. Vamos voltar para Kingman.

Sugeri que uma simples vertical, seria melhor para tomar mais útil fora ângulos … deixe-me mostrar-lhe porquê. A Figura 3 (abaixo) compara a 2 ELE Yagi a 25 ‘altura sobre a água de sal em comparação com uma onda 1/4 vertical sobre água salgada. A antena com lotes de ganho em 40 graus decolar ângulo é o 2-element Yagi a 25 ‘. A outra antena é a 1/4 de onda vertical. Aviso prévio, a decolar ângulos inferiores a 10 graus, a vertical é mãos para baixo vencedor! Você pode salientar que a Yagi tem mais “ganho”. Isso é verdade, mas o dB extra ou dois ganho é em descola ângulos que não importam! Um simples vertical através do oceano podem e normalmente irá superar uma Yagi na maioria dos caminhos DXpedition típicos, porque a energia a partir da vertical tem menos saltos para a meta! É tudo uma questão de os ângulos dos sinais que chegam.

Figura 3: Yagi a 25 ‘em relação a uma onda 1/4 vertical sobre água salgada

Como você viu na Figura 3, o quarto onda vertical é um bom executor. Ainda melhor para a nossa expedição Recife Kingman é que um único vertical é realmente peso leve (talvez 3-4 libras para o 16 “vertical), e pode ser montado e instalado em apenas alguns minutos. Em comparação com o Yagi, a vertical só precisa de alguns ornamentos; fixação rudimentar, e você não precisa se preocupar em virar a antena! E uma vez que você está indo lá para operar, você pode estar no ar em 30 minutos, se você queria! Tente fazer isso com o Yagi.

Eu aposto que alguns de vocês não estão convencidos ainda que uma única 1/4 onda vertical é uma escolha boa o suficiente. OK, deixa-se o “anti vertical” um pouco, e em vez de um quarto de onda vertical, vamos examinar a 2 elemento matriz vertical parasita usando 1/2 de comprimento de onda dipolos verticais. Para entender melhor o que essa matriz parece, imagine um elemento 2 Yagi na vertical, mas menos o mastro e retranca para apoiá-lo (muito menos peso total). (Ver imagem à direita)

Existem algumas vantagens do uso de dipolos verticais (comparada quarto elementos de comprimento de onda): eles eliminam a necessidade de radiais, e elevando o ponto de alimentação, você consegue um adicional de 1,5-2,0 dB de ganho em baixas decolar ângulos. A matriz vertical parasitária (vs. uma matriz faseada) é uma maneira fácil de aumentar o ganho e diretividade, mas ainda é muito fácil de instalar e ajustar. A matriz parasita precisa de menos peças do que elementos em fase, o que é um aspecto importante na DXpeditions. Figura 4 (em baixo) compara o elemento 2-Yagi a 25 ‘para a matriz vertical 2-elemento usando dipolos verticais. Você pode ver que a matriz vertical agora tem quase o mesmo ganho de pico como o Yagi, mas o ganho é focado exatamente onde a maioria dos sinais que chegam são provenientes de: 0-10 graus! E as verticais são agora os vencedores claros 0-20 grau tirar ângulos – que poderia pedir mais? Uma vez que muitos dos sinais estão chegando em torno de 1 grau decolar ângulo, muitas vezes as verticais pode ser de 20 dB mais forte do que Yagi! Falar de uma antena de banda de abertura!

Figura 4: Yagi @ 25 “em comparação com uma matriz vertical de 2 elemento usando dipolos verticais

Mas tenho certeza de que os Yagi-amantes estão dizendo:. “Eu aposto que se você fosse capaz de obter o Yagi até uma boa altura como 50 ‘, que certamente iria vencer a matriz vertical Pense novamente gajo Primeiro, a instalação! uma Yagi de 50 ‘em uma DXpedition é difícil, se não impossível. Em segundo lugar, ainda não se compara com a matriz vertical! Figura 5 (abaixo) compara a 20m 2-element Yagi a 50’ para a matriz vertical. Tenha em conta que o Yagi tem agora uma grande quantidade de energia que está sendo irradiada para cima. Claro que o lóbulo principal é reduzido, mas o 2-elemento vertical ainda será melhor na maioria dos sinais DX.

Lembre-se, que uma típica tribanda pesa pelo menos 35-40 lbs., E adicionar mais 20 libras ou assim para o mastro, para um total de pelo menos 55-60 libras. Um elemento dois full-size dipolo vertical, matriz para 20m não pesa mais de 18 lbs. se devidamente construída. A matriz vertical é muito mais eficiente se você considerar uma métrica fundamental para DXpeditions: dB por Pound de antena.

Figura 5: Yagi @ 50 ‘em relação ao 2-elemento matriz vertical usando dipolos verticais

E você ainda precisa de mais convincente? OK, a Figura 6 (abaixo) é a energia em 5 graus decolar ângulo. A antena com todo o sinal (o grande) é a matriz vertical 2-elemento que tem 9,9 dBi em 5 graus decolar ângulos. A antena que se encontra abaixo de 12-20 dB em todas as direcções, é a boa Yagi ole em 25 ‘… Outro ponto importante é que um elemento de matriz vertical 2 tem um padrão muito grande, que é da ordem de 120 graus em relação aos pontos de -3dB .Assim, a matriz vertical 2-elemento pode abranger todas as três principais áreas-alvo sem virar a antena!. Além disso, se houver chamadores de outras direções (presume que há um caminho de água nessas direções), a vertical tem ganho mais útil do que a Yagi faz em azimutes que estão fora do lado ou atrás da antena.

Figura 6: Energia a 5 graus decolar ângulo de uma Yagi @ 25 ‘em comparação com uma matriz vertical de 2 elemento usando dipolos verticais

Alguns dos especialistas pode ainda dizer que este foi um “Made up” exemplo … Desculpe desapontá-lo, mas o exemplo Kingman Reef era real, e foi com base nas discussões de planejamento para a próxima Recife Kingman DXpedition.Para muitos DXpeditions ilha, matrizes verticais deve ser dada mais atenção nas bandas altas do que atualmente estão recebendo.

Os modelos de computador tem sido verificada por testes empíricos que fizemos de salinas ao disparar sobre a água salgada. Os dados medidos segue o modelo. Verticais foram selecionados para os locais “Equipe verticais”, no Caribe e comparações com full-size Yagis foram feitas, confirmando os modelos, também. As comparações foram feitas ao longo de muitas horas contínuas de mudança e para trás, com diferenças de até 9 S-unidades (em um ‘medidor MP), com média de 2-4 S-unidades, a favor das verticais. A Equipa Vertical Yagis foram usados ​​ocasionalmente durante as competições, mas apenas para cobrir as direções onde as verticais tem nulos. Esta poderia ser uma daquelas situações em que se você ainda não tentei, você não percebe o que está acontecendo. Como bom é um conjunto vertical maior usando dipolos verticais? Tom, N6BT, comentou que eles são verdadeiramente a par com as grandes conjuntos de cortina comercial que ele usou em Saipan. A água salgada é a chave para mercados verticais. Se você pode chegar perto de água salgada, ou literalmente sentar-se à direita em que, como em Recife Kingman, verticais são a resposta para antenas de alto desempenho – além de ser significativamente mais fácil de transportar e set-up.

73, Kenny K2KW

Um agradecimento especial a Tom Schiller, N6BT, para a oferta de entrada para este artigo.