3Y0Z- Bouvet – Divulga Informações.

Publicado: junho 28, 2017 em IOTA

A imagem pode conter: texto

 

TRADUÇÃO DO GOOGLE

Bouvet Island – 3YØZ
Press Release # 6
27 de junho de 2017

Em consulta com o nosso novo parceiro de transporte Aerovias DAP, continuamos a aprimorar nossos planos para o nosso Bouvet DXpedition. Esperamos partir da Ilha King George, nas ilhas Shetlands do Sul, em 13 de janeiro de 2018. Nosso tempo de trânsito para Bouvet será entre 9 e 11 dias, dependendo do clima e do estado do mar.

Nenhum texto alternativo automático disponível.

Distancia de Bouvet em Milhas

 

Após a chegada a Bouvet, realizaremos vôos de reconhecimento para a ilha e selecionar um acampamento livre de fendas. À medida que o tempo permite, começaremos a construir nossa cidade de rádio no gelo e protegeremos nossa infraestrutura. Em seguida, as antenas subirão, nossos equipamentos serão montados e iniciaremos operações sem parar. Estamos planejando estar em Bouvet por 21 dias e, dependendo do clima e de outros fatores, esperamos estar no ar por 14-16 dias. Em seguida, retornaremos a King George Island ou Punta Arenas, Chile. Tudo em tudo, estaremos longe da civilização por 6-7 semanas.

Os preparativos finais continuam neste verão, e ainda temos muito o que fazer:

O equipamento será testado em condições simuladas difíceis no QTH do K9CT.
As antenas serão montadas, testadas e embaladas para trânsito na QTH da WB9Z.
O Sea Container será embalado e enviado de Atlanta a primeira semana de outubro.

Uma reunião da equipe será realizada em Atlanta no dia 7 e 10 de setembro. Os temas a serem discutidos incluirão:

Segurança
Operações de helicóptero
Seleção do site
Instalação de abrigo e planos de implantação rápida
Clima
Escape planos e resgate.
Considerações médicas
Configuração e teste EME
Familiarização e operação de Radios e Amplificadores Flex
Propagação e nossa estratégia
Programação do operador
E mais.

Nossa arrecadação de fundos continua. Estamos satisfeitos com o nosso progresso em direção ao nosso objetivo de US $ 740.500. A equipe comprometeu US $ 400.000 em dinheiro, além de pagar suas próprias despesas de transporte, comida e hotel. Os clubes DX aumentaram e alguns adicionaram contribuições adicionais, como tem muitos DXers individuais. No entanto, ainda estamos com cerca de US $ 200.000. Por favor, ajude se você puder. Temos um grande pagamento devido ao navio e helicópteros em vários meses.

Por favor, consulte o nosso websitehttp: //www.bouvetdx.org atperiodically para atualizações e adições à medida que avançamos em direção à partida. Você também pode participar do nosso grupo do Facebook https://www.facebook.com/groups/639362206232014

3YØZteam,

Ralph-K0IR
Bob-K4UEE
Erling-LA6VM

 

RSGB IOTA Contest- Regulamento

Publicado: junho 26, 2017 em IOTA

 

RSGB IOTA Contest
The RSGB IOTA Contest is the most popular contest in the RSGB HF Contests calendar, attracting entries from around the world.

Changes for 2017:
Removal of band change restrictions for Multi-ops.
Reduced log submission time.

Note – the HF Contest Committee are considering shortening the exchange for Island stations in the longer term.

IOTA refers to the RSGB “Islands on the Air” awards. A newcomers’ guide to the system of IOTA references and to the IOTA Contest can be found at the IOTA Contest Information web page.

A beginners’ guide to operating in the contest is here.

If you have any questions about these rules, please email hf.query@rsgbcc.org

1. Objective To promote contacts between stations in IOTA island groups and the rest of the world, and to encourage expeditions to IOTA islands.
2. Date & Time 29th – 30th July 2017
12:00 – 12:00 UTC
3. Frequencies and Modes 3.5, 7, 14, 21 and 28 MHz
CW and/or SSB
4(a) Entrants The contest is open to all stations world-wide.

The term “UK&CD” means the United Kingdom and the Crown Dependencies, which are DXCC entities of England (G), Isle of Man (GD), Northern Ireland (GI), Jersey (GJ), Scotland (GM), Guernsey & Dependencies (GU) and Wales (GW).

Stations operating from a qualifying island are “Island Stations”. They must make sure beforehand that the QTH from which they are operating is a valid island for IOTA purposes. This can be checked and Island References can be obtained here.

<p<>Stations not operating from a qualifying island are “World Stations”.Special Contest Callsigns or Club Callsigns may be used.

Remote operation is allowed only for World Stations where the remote station is in the same DX entity, and only after advance authorisation by the HFCC Chair.

</p<>

4(b) Categories 4.1 CATEGORY — LOCATION:

(i) “Island Station — Fixed”, a station operating from a qualifying IOTA island, explained in Rule 4(a).

(ii) “Island Station — DXpedition”, a station also operating from a qualifying IOTA island. In addition, the island can only be reached by boat or air. Islands which can be accessed by bridge or causeway, man-made or natural, are not eligible. The majority of operators must also be non-resident on the island. And the operators must take all radio equipment and antennas with them, and must not rely on a resident or on any masts or towers already installed for any part of the station.

(iii) A “World Station” is any station which is not an Island Station.4.2 CATEGORY — OPERATORS:

(i)  Single Operator Unassisted.

(ii) Single Operator Assisted

The Category Overlay – NEWCOMER is available to Single Operator entrants, where the operator was first licensed less than 3 years before the date of the contest.

In Single Operator categories, only one signal may be transmitted at any one time.

(iii) Island Multi-1. Island Stations only, 24-hour Mixed Mode only, High Power or Low Power only, Assisted only.

Island Multi-1 stations are restricted to a maximum of two transmitters, where the first station is the RUN station, labelled “0” in the Cabrillo log. The second is the MULTIPLIER station, labelled “1” in the Cabrillo log. The MULTIPLIER station is used to find and call other stations, but only if the station is a new multiplier. The MULTIPLIER station must not be used to solicit other contacts, e.g. by calling “CQ” or “QRZ?”. Any non-multiplier QSOs made accidentally on the MULTIPLIER station must be logged, but will be scored as zero points.

(iv) Island Multi-2. Island Stations only, 24-hour Mixed-mode only, High Power or Low Power only, Assisted only.

Island Multi-2 stations may have a maximum of two transmitted signals at any one time, where the first station is labelled “0” in the Cabrillo log and the second is labelled “1”. Both stations may be used to solicit contacts and to search for multipliers.

Island Multi-1 and Island Multi-2 entrants must include a full list of operators with their entry in the Cabrillo OPERATORS section.

There are no World Station Multi-Operator categories.

4.3 CATEGORY — MODE:

CW
SSB
Mixed-Mode. Multi-Operator entries must be Mixed-Mode.

4.4 CATEGORY — OPERATING TIME:

24 hours. Multi-Operator entries must be 24 hours.
12 hours. In the 12-hour category, operation need not be for one continuous 12-hour period, but once operation has commenced in the contest, off periods must be a minimum of 60 minutes.

4.5 CATEGORY — POWER:

High Power — maximum licensed power, but no more than 1500W output. Multi-Operator entries are considered High Power.
Low Power — maximum 100W output.
QRP — maximum 5W output.

Any station not indicating transmitter power will be classified as High Power.

5. Exchange World Stations send RS(T) and serial number starting from 1, for example:
599 254

Island Stations send RS(T) and serial number starting from 1, plus their IOTA Reference, for example:
59 378 EU115

If you are not sent a serial number, log a zero.

Mixed-Mode entrants may contact stations on both CW and SSB on each band. Do not use separate numbering systems for CW and SSB.

Multi-Operator entrants may find it convenient to allocate separate blocks of serial numbers for each station, but do ensure if possible that there is no duplication of serial numbers.

Island stations should announce their IOTA Reference during CQ calls so that other stations can check for Dupes before replying.

6. Scoring Island Stations contacting
World Stations: 5 points.
Island Stations having the same IOTA reference : 5 points.
other Island Stations: 15 points.

World Stations contacting
World Stations: 2 points.
Island Stations: 15 points.

Multiplier. The multiplier is the total of different IOTA references contacted on each band on CW, plus the total of different IOTA references contacted on each band on SSB. Island Multi-Op stations may not contact members of their own group for multiplier credit.

The Total Score is the total of QSO points on all bands added together, multiplied by the total of multipliers on all bands added together.

7. Log Submission
and Adjudication
Submit in Cabrillo format here within 5 days of the end of the contest. View the correct Cabrillo format for this contest.
If the robot finds format errors, it will reject the log and ask for resubmission of a corrected logfile.
Adjudicated results will be online and will include online logfiles for all entrants.
Errors will incur penalties as outlined in the RSGB HF Adjudication Principles. This penalty will be the loss of an additional 5 QSO points.
The use of CAT Control to log the correct frequency and mode is highly recommended – you will lose QSO points for frequency and mode errors.
8. Results and Awards A comprehensive Awards Web Page will be online in due course.
9. Supplementary Rules Any infringement considered to be outside the spirit of the contest may result in an entry being reclassified as a Checklog or disqualified.
Self-spotting or asking to be spotted is not permitted.
Call signs logged must be the same as those exchanged over the air by the entrants during the QSO. Correction of logged call signs and exchanges after the contest, by use of any database, recordings, email or other methods, is not allowed.
All requests for contacts, responses to calls, and copying of call signs and contest exchanges must be accomplished during the contest period using the mode and frequencies of the contest.
You must send your callsign at least every 3rd QSO and no less often than once a minute.
Proof of contact e.g. an MP3 audio recording, may be used as part of the adjudication process.
10. Declaration By entering any RSGB HF Contest you declare that :
Your station was operated strictly in accordance with the rules and spirit of the contest, within the conditions of your licence, and that the power output from your transmitter was no greater than that permitted in the section of the contest that you are entering.
You agree that decisions of the RSGB HF Contest Committee will be final in cases of dispute.
By submitting a log entry, entrants give the RSGB permission to score, amend, publish, republish, print, and otherwise distribute that entry by any mean

PY8 / LU9EFO – Cotijuba, SA-060

Publicado: junho 26, 2017 em Uncategorized

 

Martin, LU9EFO estará ativo desde da ilha de Cotijuba- IOTA-060.

O Pará Dx Group dará todo suporte a Martin em sua expedição.

QRV de 10 a 15 de julho de  2017. QSL via F4BHW

 

 

O Grêmio de Comunicações da Escola Naval GCEN divulgou as informações para a realização do Conteste “Batalha Naval do Riachuelo 2017”

FINALIDADE – Esta competição de âmbito nacional é realizada anualmente pelo Grêmio de Comunicações da Escola Naval, (GCEN) tendo como objetivo a confraternização entre Radioamadores Civis e Militares e o adestramento em comunicações dos Aspirantes do Grêmio, como parte das comemorações alusivas ao aniversário da Batalha Naval do Riachuelo

 

http://www.gcen.org.br/wp-content/uploads/2017/03/Regulamento-CBNR-2017-V1.6-1.pdf

 

Resultado de imagem para LABRE
CONCURSO BRASÍLIA ANO 57

 

A LABRE-DF convida todos os radioamadores – do Brasil e do exterior – a participarem do Concurso Brasília, em sua 57.ª edição. Junte-se a nós para comemorar o aniversário de fundação da capital de todos os brasileiros.

 

REGULAMENTO

 

  1. FINALIDADE

 

Concurso radioamadorismo de âmbito internacional, com o propósito de comemorar o 56º aniversário de fundação da cidade de Brasília.

 

  1. PERÍODO DE REALIZAÇÃO

 

 

MODOS

 

INÍCIO

 

TÉRMINO

 

BANDAS

 

CHAMADA

 

DIGITAL (*)

15/04/2017, 0000 hora UTC – sábado 15/04/2017, 2400 horas UTC 10, 15, 20, 40 e 80m CQ TEST BSB 57
 

SSB

16/04/2017, 0000 hora UTC – domingo 16/04/2017, 2400

horas UTC

10, 15, 20, 40 e 80m CQ BRASILIA

ANO 57

 

CW

21/04/2017, 0000 hora UTC – sexta-feira 21/04/2017, 2400 horas UTC 10, 15, 20, 40 e 80m CQ TEST BSB 57

(*) Qualquer modalidade digital poderá ser utilizada.

 

  1. CATEGORIAS

           

            A categoria do participante corresponderá ao agrupamento das seguintes subcategorias: QUANTIDADE DE OPERADOR + QUANTIDADE DE EQUIPAMENTO + TIPO DE ESTAÇÃO + BANDA TRABALHADA + POTENCIA DO EQUIPAMENTO + MODO (ex: SINGLE-OP ONE MOBILE ALL LOW SSB; MULTI-OP TWO 10 FIXED HIGH CW).

 

Os termos abaixo indicados correspondem aqueles constantes da especificação do formato “Cabrillo V3” e deverão ser selecionados, dentre os aqui previstos, no software utilizado para exportação do log.

 

QUANTIDADE DE OPERADOR:

SINGLE-OP à Único Operador;

MULTI-OP à mais de um operador;

CHECKLOG à Participação não competitiva.

 

QUANTIDADE DE TRANSMISSOR:

ONE à um único equipamento;

TWO à para dois ou mais equipamentos.

 

TIPO DE ESTAÇÃO:

FIXED à Fixa ou em qualquer tipo de operação NÃO MOBILE”.

 

MOBILE à operação Móvel (em veículos), Portátil ou reconhecidamente em Expedição.

 

BANDA TRABALHADA:

ALL à Todas as previstas no regulamento (multi banda);

Mono Banda, portanto de forma exclusiva, em: 10M, 15M, 20M, 40M ou 80M (só serão considerados os contatos confirmados dentro da banda indicada na categoria).

 

POTENCIA DO EQUIPAMENTO:

HIGH à Acima de 100w até o limite legalmente autorizado;

LOW à até 100w;

QRP à até 5w.

 

MODO:

SSB à Fonia;

CW à CW;

RTTY à para indicar qualquer dos modos digitais.

 

Observações:

É opcional o uso de sistemas/site para localização/monitoração de estações (assistência). Para fins de apuração o uso, ou não, deste recurso não será objeto de distinção.

A indicação no log de outra modalidade digital (ex: PSK, SSTV) será tratada como RTTY, para fins de classificação)

A estação PT2AAA participará “hors concours”, com multiplicador 5 (cinco).

 

  1. MENSAGEM

RST (o número serial é opcional)

 

  1. PONTUAÇÃO

Cada contato confirmado vale um ponto.

Os contatos feitos com estações que não enviarem log para apuração serão computados se figurarem em pelo menos três logs remetidos e processados.

 

  1. MULTIPLICADORES

Cada país/entidade ou UF trabalhada, por banda.

 

  1. ESCORE

Total de pontos multiplicado pelo total de multiplicadores.

 

  1. PREMIAÇÃO

Os colocados em primeiro lugar de cada categoria receberão troféus.

O segundo e terceiro colocados de cada categoria receberão certificados.

 

  1. RELATÓRIO DE PARTICIPAÇÃO – LOG

O log deverá ser apresentado no formato “Cabrillo V3” pelo que se recomenda o uso de softwares que exportem os logs diretamente neste formato, a exemplo da versão mais recente do N1MM, ou, caso entenda conveniente, o uso de ferramentas de conversão que exportem os dados em tal formato.

Os Logs enviados que não atenderem ao formato antes referido serão ser processados como “Checklog”, caso a conversão para fins de processamento se mostre viável.

Deverão ser apresentados logs distintos para SSB (Fonia), CW e DIGITAL.

O log deverá ser nomeado com a indicação da estação e o modo. ex: PT2AAASSB.log; PT2AAACW.log; PT2AAADIGITAL.log

Os logs devem ser remetidos, anexados a mensagem com o indicativo da ESTAÇÃO no campo “assunto”, para casomor@gmail.com ou mrendy@uol.com.br

 

 

  1. DIVULGAÇÃO DOS RESULTADOS E ENTREGA DE PRÊMIOS

Os resultados preliminares serão publicados no “site da LABRE-DF (www.labre-df.org).

O resultado final será divulgado no dia 02 de setembro de 2017, durante a leitura dos QTCs em VHF (às 9h) e em 40m (às 19h, na freqüência de 7,135 kHz). Em seguida será publicado no “site” da LABRE-DF.

Eventuais recursos serão aceitos somente até o dia 30 de setembro de 2017. As decisões da comissão organizadora são irrecorríveis.

A premiação ocorrerá no dia 7 de novembro de 2017, na sede da LABRE-DF. Os agraciados que não puderem comparecer receberão os troféus via postal e os diplomas estarão disponíveis para baixa (download) na internet.

 

 

 

Brasília,  27  de março de 2017

 

 

 

 

ROBERTO FRANCA STUCKERT

Presidente da LABRE-DF

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

COMO USAR O N1MM LOGGER+ NO CONCURSO BRASILIA 56

 

Crie um novo banco de dados (File>New Log Database);

 

– Crie um novo log dentro do banco de dados (File>New Log in Database;

 

– Na tela seguinte, escolha como “Log Type”, o módulo DXSERIAL , conforme a figura abaixo:

 

 

– Acerte da data “Start Date”;

 

– Escolha sua categoria e deixe o campo “Sent Exchange” como está acima “001”; e,

 

– Clique em “OK”.

 

O N1MM Logger vai organizar o número seqüencial para você (SentNR) e você precisa preencher o campo “RcvdNR” com o seqüencial recebido. Use o campo “Comment” para acrescentar a UF.

 

No fim do concurso você pode exportar seu log como “CABRILLO” usando o caminho: “File>Generate Cabrillo File.”

Salve o arquivo em seu computador. Depois anexe esse arquivo em um e-mail e envie para o e-mail: casomor@gmail.com ou mrendy@uol.com.br

 

 

 

Brasília,27 de março de 2017

 

 

 

 

ROBERTO FRANCA STUCKERT

Presidente da LABRE-DF

 

DX NEWS ARRL

Publicado: fevereiro 24, 2017 em Uncategorized

24 de fevereiro de 2017

O boletim desta semana foi possível com as informações fornecidas pelo KK9A, QRZ DX, o Boletim OPDX, o 425 DX News, o Daily DX, o DXNL, o Contest Corral da QST eo calendário do Concurso ARRL e os sites da WA7BNM. Obrigado a todos.

UGANDA, 5X. Eric, SM1TDE é QRV como 5X8EW  até 26 de fevereiro. Atividade está em 40 a 10 metros usando CW. QSL via home Call.

ILHAS CANÁRIAS, EA8. Tom, DL7UZO será QRV como EA8 / DL7UZO de Fuerteventura, IOTA AF-004, de 25 de fevereiro a 11 de março. Ele será ativo nas bandas de HF. Ele também planeja ativar várias referências EAFF e faróis. QSL via home call.

AUSTRAL ISLANDS, FO. Um grupo de operadores é QRV como TX5T da ilha de Raivavae, IOTA OC-114, até 3 de março. A atividade está em 160 a 6 medidores usando CW, SSB e vários modos digitais. QSL via M0URX.

SVALBARD, JW. Kamil, SQ8KFH é QRV como JW / SQ8KFH da estação polar polonesa Hornsund até 20 de maio. A atividade é durante seu tempo livre em 20 metros  usando SSB, RTTY e PSK. QSL via home call.

EU VIRGIN ISLANDS, KP2. John, KK9A será QRV como WP2AA de St.
Croix, IOTA NA-106, de 27 de fevereiro a 6 de março. A atividade será em 160 a 10 metros usando CW e SSB. Isso inclui ser uma entrada no próximo concurso ARRL SSB DX. QSL via WD9DZV.

DINAMARCA, OZ. Estação de eventos especiais OZ1AARHUS é QRV para chamar a atenção para a cidade de Aarhus, que é uma das duas Capitais Europeias da Cultura em 2017.

PAÍSES BAIXOS, PA. A estação especial do evento PA2017BP é QRV até o 20 de março para comemorar senhor Baden-Powell que fundou o movimento do escoteiro, sabido também como os escoteiros. QSL para PA3EFR.

CURACAO, PJ2. Gerhard, OE3GEA é QRV como PJ2 / OE3GEA de Westpunt até março 1. A atividade está em 40 a 10 metros usando somente CW.

BONAIRE, PJ4. Noah, K2NG, David, NA2AA e Steve, K3SW serão QRV como PJ4 / homecalls de 25 de fevereiro a 11 de março. Eles serão acompanhados por Hans, PJ4LS e Steve, PJ4DX e será ativo como PJ4G no próximo concurso ARRL SSB DX . QSL para chamadas domésticas e PJ4G via WA2NHA.

DODECANESE, SV5. Stathis, SV5DKL e Panos, SV2DSJ será QRV como SX5R de Rhodes, IOTA EU-001, no CQ World Wide 160-Meter SSB Contest. QSL via SV5DKL.

TURQUIA, TA. Procure TC7C para ser QRV no CQ World Wide 160-Meter SSB concurso de localizador de grade KN90rx. QSL através das instruções dos operadores.

UCRÂNIA, UR. Os membros do Druzhkivka Club of Radioamateurs estarão QRV com o indicativo de evento especial EN90IWA até o final de 2017 para celebrar o 90º aniversário do clube. QSL através das instruções dos operadores.

ASIATIC RUSSIA, UA0. Bodo, DK8DX será QRV como RA / DK8DX de Novosibirsk de 26 de fevereiro a 12 de março. QSL via instruções do operador.

ANTIGUA E BARBUDA, V2. Babs, DL7AFS e Lot, DJ7ZG será QRV como V21ZG de Antigua, IOTA NA-100, de 28 de fevereiro a 26 de março.
Atividade é estilo de férias em 80 a 6 metros, incluindo 60 metros, usando principalmente SSB, RTTY, SSTV e PSK . QSL via DL7AFS.

MONTSERRAT, VP2M. Charlie, K1XX será QRV como VP2MMF de 25 de fevereiro a 5 de março. A atividade será em 160 a 10 metros usando CW e SSB. Ele planeja ser ativo no próximo concurso ARRL SSB DX. QSL direto para a chamada em casa.

ILHA PITCAIRN, VP6. Um grupo de operadores é QRV como VP6EU até 5 de março. A atividade é de 160 a 10 metros usando CW, SSB e vários modos digitais. QSL via DK2AMM.

BURKINA FASO, XT. Elvira, IV3FSG é QRV como XT2SE de Ouagadougou até 13 de março. A atividade está no seu tempo livre em 80 a 10 metros usando SSB, RTTY e PSK31. QSL via IK3GES.

ILHAS CAYMAN, ZF. Scott, KA9P e Ron, W9XS são QRV como ZF2SC e ZF2FB, respectivamente, até 28 de fevereiro. Atividade é de 40 a 10 metros, bem como vários satélites ativos. QSL através das instruções dos operadores.

ESTE FIM DE SEMANA NO RÁDIO
O Concurso CQ de 160 metros, o North American RTTY QSO Party, o NCCC RTTY Sprint, o QRP 80 metros CW Fox Hunt, o NCCC Sprint CW Ladder, o REF SSB Contest, o UBA DX CW Contest, o South Carolina QSO Party, Competição de CW de alta velocidade no Clube, Concurso Digital SARL e o Partido Carolina do Norte QSO estão todos em torneira para este próximo fim de semana.

O CWops Mini-CWT Test, UKEICC 80-Meter SSB Concurso, QRP 40 metros CW Fox Hunt e Phone Fray estão agendadas para 01 de março.

 

 

Vejam a abaixo a lista de faróis brasileiros registrados no 9 Final de Semana dos Faróis Sul Americanos.

FARÓIS DO BRASIL PARTICIPANTES DO 9º FINAL DE SEMANA DOS FARÓIS SUL AMERICANOS
# INDICATIVO NOME ARLHS DFB WLOTA
1 ZW3RS Farol Albardao BRA-002 RS-12 NÃO
2 PW5N Farol Araranguá BRA-007 SC-13 NÃO
3 PT1BR Farol Barra do Riacho BRA-011 ES-03 NÃO
4 PS7KC Farol Cabo de Sao Roque BRA-017 RN-06 NÃO
5 PY3AA Farol Cidreira BRA-025 RS-05 NÃO
6 PS7DX Farol do Calcanhar BRA-035 RN-04 NÃO
7 PT5D Farol Ilha do Arvoredo BRA-042 SC-04 L-2296
8 PQ7L Farol Olinda BRA-068 PE-04 NÃO
9 PY1AA Farol Ponta Negra BRA-080 RJ-06 NÃO
10 ZV8WAB Farol de Salinópolis BRA-091 PA-05 NÃO
11 ZV8SA Farol Salvaterra BRA-092 PA-08 NÃO
12 PT5E Farol Cabecudas BRA-121 SC-03 NÃO
13 ZV3CP Farol Cristóvão Pereira BRA-131 RS-07 NÃO
14 ZW2R Farol de Icapara BRA-135 SP-12 NÃO
15 PW5T Farol Ponta de Galheta BRA-170 SC-05 NÃO
16 PP5GEL Farol Ponta do Varrido BRA-175 SC-02 NÃO
17 ZV8V Farol Chapéu Virado BRA-211 PA-AGUARDA NÃO
18 ZV1M Farol Ilha de Jurubaiba BRA-225 RJ-24 NÃO
19 ZW6AJU Farol Sao Cristovao BRA-266 SE-03 NÃO
20 ZW6AJU Farol Velho de Aracaju BRA-282 SE-01 NÃO
21 ZZ2S Farol do Boqueirao 2 BRA-284 SP-05 NÃO
22 ZV9BAL Farolete Balduino BRA-293 NÃO NÃO
23 ZW8S Farol Santana Leste BRA-AGUARDA AP-07 NÃO

 

É uma excelente oportunidade para trabalhar o DFB Diploma Faróis Brasileiros.

Teremos 23 faróis do Brasil no ar e para trabalhar o DFB é preciso contato com apenas 5 deles. E não é necessário QSL de papel.

O log é enviado por e-mail e o diploma (também enviado por correio eletrônico) é gratuito.

O manager é PS7AB, Rony,  ps7ab@yahoo.com

Outros diplomas da Associação de Expedicionários Ilhéus em http://www.radioamador.org.br/AEI/diplomas.htm
DIB, AEI – Associação dos Expedicionários Ilhéus … DIB – Diploma Ilhas Brasileiras
A lista de todos os faróis participantes (todos os países) está na página do Bahia Blanca DX Group http://www.grupodxbb.com.ar/faros2014/listado.php